+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Indicadores mostram redução no consumo de feijão em Curitiba
26.07.2018

Indicadores mostram redução no consumo de feijão em Curitiba mesmo com o preço médio mais baixo em 2018 do que em anos anteriores – de R$ 3,60 neste ano ante R$ 4,68 no ano passado.

Uma pesquisa do Ministério da Saúde, divulgada neste ano, indica que a quantidade de pessoas na capital paranaense que comem feijão cinco vezes ou mais por semana caiu de 64,3%, em 2013, para 47,9%, em 2017.

A venda de feijão nos armazéns da família, em Curitiba, também caiu, segundo a prefeitura. Em 2013, foram vendidas 1.997 toneladas ante 1.752 toneladas em 2016.

Outro indicador da prefeitura mostra que o consumo de feijão teve redução nos restaurantes populares. Em média, eram consumidos 125 gramas por pessoa em 2007. Já em 2018, a quantidade caiu para 77,5 gramas por pessoa.

Entre as justificativas para a mudança do hábito, está a dificuldade que algumas pessoas dizem ter para preparar o alimento. “Quando morava com meus pais era feijão pelo menos quatro vezes por semana. Agora, não mais”, afirma a árbitra de futebol Ellen Dayane.

O comerciante Ari Carvalho, que é mineiro, conta que gosta do alimento, mas não o cozinha. “Moro só e não consigo fazer. Pânico total da panela de pressão”, diz.

Para a nutricionista Flávia Auler, a recomendação é a de que o feijão, que é rico em ferro, fibras e carboidratos, seja consumido de três a quatro vezes por semana. “É uma fonte impressionante de nutrientes”, afirma.

Segundo ela, o hábito de consumo do feijão tem que ser criado desde a infância. “Lá por volta dos seis meses de idade o feijão tem que ser apresentado para as crianças”, explica.

Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Notícias
Relacionadas

Levantamento da Conab aponta safra recorde de grãos

Levantamento da Conab aponta safra recorde de grãos
10.07.2020

A produção brasileira de grãos deverá ser de 251,4 milhões de toneladas na safra 2019/2020. O desempenho recorde na agricultura deve-se, principalmente,...

Ler Mais
Cultivo de feijão 3ª safra é destaque na produção de grãos em Goiás

Cultivo de feijão 3ª safra é destaque na produção de grãos em Goiás
09.07.2020

O Estado deve produzir 167,6 mil toneladas de feijão 3ª safra, graças ao incremento da tecnologia, sobretudo com uso da irrigação. Considerando...

Ler Mais