+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Não basta ser vegano: empresa gaúcha oferece alimentos sem soja e sem glúten
13.08.2019

Não restam dúvidas de que uma das maiores revoluções  no mercado alimentício atualmente é a produção e a grande demanda por produtos que não utilizam ingredientes de origem animal. A culinária vegana está cada vez mais difundida e é  um mercado que já movimenta anualmente valores na casa dos bilhões de dólares em todo o mundo, beneficiando a saúde dos consumidores e do planeta, como alternativa aos meios de produção e indústrias das mais poluentes.

Grande parte dos substitutos da carne são alimentos produzidos a partir da soja, e utilizam glúten em seus componentes. Alguns, que buscam se aproximar ao máximo da   carne animal tradicional tanto no sabor quanto na textura, podem usar além de soja e glúten, a proteína de ervilha texturizada, um ingrediente caro, ainda não produzido no Brasil e que faz com que os produtos finais cheguem bastante  inflacionados ao consumidor. É justamente nessa efervescente indústria em crescimento que entram os produtos da empresa gaúcha Tensei.

Produzir alimentos frigoríficos sem utilizar ingredientes de origem animal na terra do churrasco  é um enorme desafio, e por isso o casal de sócios Thiago e Caroline Diniz precisou encontrar o diferencial  que a Tensei poderia oferecer em solo gaúcho. E eles encontraram justamente na versão mais saudável possível dos alimentos veganos: ser uma empresa que não utiliza soja nem glúten, e totalmente clean label – com ingredientes orgânicos, não transgênicos, livres de alérgenos, sem lactose, conservantes ou qualquer ingrediente artificial.

E como toda a linha de produtos da marca é livre de soja, glúten ou qualquer ingrediente artificial e agressivo  à saúde, os produtos da Tensei são realmente saudáveis e genuinamente veganos.

A conscientização na Tensei não se restringe aos ingredientes ou à produção: todos os resíduos da fábrica são tratados com reciclagem ou compostagem, e as embalagens são feitas de plásticos Celofane, material 100% biodegradável. Dessa forma, o crescimento da linha de produtos e do próprio sucesso da Tensei não significa em modo algum uma ameaça ao planeta ou à nossa saúde. Seus hambúrgueres, salsichas e “veggets” (a versão vegana dos famosos – e temidos – nuggets) são totalmente fabricados à base de ingredientes vegetais, mas sem abrir mão do sabor.

A Tensei já oferece seus veganos congelados por todo o Brasil, através de pontos de venda e e-commerce, tendo como principais produtos o hambúrguer de grão de bico, o hambúrguer de brócolis, os veggetis de quinoa orgânica e a salsicha de feijão e funghi. Foram essas delícias totalmente saudáveis e ecologicamente corretas que Caroline e Thiago utilizaram como iscas para tentar pescar os Tubarões no programa Shark Tank Brasil – e, quem sabe, sair de lá com pelo menos um investidor como sócio da empresa.

Engana-se quem pensa que Tubarão só quer saber de carne: o que se viu no palco do Shark Tank Brasil foi uma verdadeira briga de barbatanas , atrás de uma fatia da Tensei. Semenzato fez uma oferta pedindo 40% da empresa, propondo repensar o modelo do negócio e oferecendo até mesmo uma celebridade como parceira em potencial; João Appolinário propôs o mesmo valor, aliando à produção da marca a fabricação de pães sem glúten de uma empresa da qual ele já é sócio; e Cris Arcangeli também pediu a mesma porcentagem, incluindo a produção de uma empresa de sucos prensados congelados que ela também faz parte.

Todas as ofertas pareciam apetitosas e boas para a saúde da empresa como os próprios produtos que a Tensei vende, mas no fim conhecimento deste mercado como um todo  oferecido pela Cris Arcangeli acabou falando mais alto, e ela levou a melhor nessa briga de Tubarões grandes – e veganos.

A Tensei saiu do programa como uma nova sócia e um futuro promissor pela frente – ao qual nossa fome, nossa saúde e o meio-ambiente agradecem.

Fonte: https://www.hypeness.com.br/2019/08/nao-basta-ser-vegano-empresa-gaucha-oferece-alimentos-sem-soja-e-sem-gluten/

Guia de
Empresas

Escolha aqui seus parceiros de negócio e conheça as mais inovadoras empresas do setor Feijoeiro.

Saiba Mais

Notícias
Relacionadas

Egito é terceiro maior importador de feijão do Brasil

Egito é terceiro maior importador de feijão do Brasil
23.08.2019

País árabe fez compras no valor de US$ 2,8 milhões em feijão brasileiro de janeiro a julho deste ano. Segundo presidente de...

Ler Mais
Muita conversa e poucos negócios

Muita conversa e poucos negócios
23.08.2019

A semana foi longa para os produtores que precisavam vender e ao mesmo tempo difícil para os empacotadores que precisam comprar na...

Ler Mais