+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Reação não chegou no varejo
12.07.2019

A procura é grande, mas os negócios são poucos. Isto ocorre porque os empacotadores não ousaram repassar a pequena alta desta semana ao varejo. O desgaste é muito grande e a maioria preferiu segurar as compras e, com isso, o pouco estoque que tinham foi sendo consumido. Porém não se trata de operação combinada para forçar os produtores a venderem abaixo, mas é uma reação natural e espontânea. Os preços encontraram sustentação ao redor de R$ 135/140 em Goiás e ao redor de R$ 150 em Minas Gerais. No Paraná, os preços têm se mantido ao redor de R$ 130 FOB para Feijão-carioca nota 8.
O Feijão-rajado tem se mantido estável, ao redor de R$ 159 FOB em Minas Gerais.
O Feijão-preto segue com negócios entre R$ 149/150 FOB cerealistas no Sul.

Fonte: Ibrafe

Guia de
Empresas

Escolha aqui seus parceiros de negócio e conheça as mais inovadoras empresas do setor Feijoeiro.

Saiba Mais

Notícias
Relacionadas

Discrepância na área plantada de Feijão-carioca

Discrepância na área plantada de Feijão-carioca
17.07.2019

Ao buscar as informações nas regiões produtoras vai novamente surgindo uma possível distorção entre os números da CONAB que indicam cerca de...

Ler Mais
Negócios reportados

Negócios reportados
16.07.2019

Ler Mais