+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

15 anos de lutas pelo Feijão
04.05.2021

O Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses (IBRAFE) está completando 15 anos em 2021. Em um período marcado por dificuldades e incertezas mundiais, a luta pela cadeia produtiva do Feijão permanece mais forte do que nunca, com total foco, dedicação e a certeza de que unidos conquistaremos dias melhores.
Os últimos 15 anos foram dedicados a apoiar, promover e divulgar a produção e o consumo de Feijão e Pulses no Brasil por serem fontes de saúde e de riqueza, resgatando, em especial, o orgulho do brasileiro no consumo do alimento que mais o representa no exterior: o Feijão.
Em meio a pandemia, o IBRAFE se reinventou para propagar a informação que auxilia a tomada de decisões quanto à produção e à comercialização dos Pulses. O incentivo à troca de ideias para o desenvolvimento de um trabalho com eficiência nunca esteve tão em alta. Lives foram realizadas entre personagens importantes da cadeia produtiva para sanar dúvidas e alinhar assuntos de interesse mútuo.
A garantia da segurança alimentar se tornou um problema ainda mais relevante na pauta de lutas do IBRAFE e várias frentes foram acionadas para que esse grave problema não tome proporções ainda maiores.
“O IBRAFE vem se fortalecendo ano após ano. Hoje temos canais de comunicação abertos com a FAO, o GPC, governos estadual e federal, entidades ligadas a pesquisa, entre outros. Defendemos os interesses de milhares de produtores e de outros personagens importantes dessa cadeia, que gera riqueza econômica e nutricional para milhões de brasileiros” declarou o presidente do IBRAFE, Marcelo Lüders.
Após todos esses anos de vivências, o objetivo do IBRAFE permanece o mesmo – seguir trabalhando sempre em prol da cadeia produtiva do Feijão e Pulses, auxiliando no aumento da segurança para produzir e vender.


Para comemorar seus 15 anos, o IBRAFE lança uma logo comemorativa que representa todos esses anos de lutas e vitórias, além da esperança de futuros anos de fartura e segurança alimentar para todos.

Notícias
Relacionadas

Estudo da UFMG aponta que ‘arroz com feijão’ e azeite extravirgem reduzem inflamações em obesos

Estudo da UFMG aponta que ‘arroz com feijão’ e azeite extravirgem reduzem inflamações em obesos
07.12.2021

Pacientes com obesidade grave tiveram parâmetros inflamatórios reduzidos após 12 semanas de consumo de azeite extravirgem associado à dieta com padrão brasileiro...

Ler Mais
Estudo inédito avaliou feijão em Mato Grosso

Estudo inédito avaliou feijão em Mato Grosso
01.12.2021

Estado é é o quarto maior produtor brasileiro e cultiva carioca, caupi e preto. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em parceria...

Ler Mais