+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Carne vegetal sofre com alta da ervilha
01.10.2021

Por Emiko Terazono, do Financial Times

Problemas climáticos derrubaram a safra da leguminosa, matéria-prima de hambúrguer de plantas.

As empresas de carnes de origem vegetal que utilizam a ervilha como base de sua produção deverão enfrentar aumento de preços da matéria-prima, mais um dos impactos da severa estiagem que atinge o Canadá neste ano. O país é o maior produtor da leguminosa no mundo.

O alerta foi feito nesta semana pela empresa francesa Roquette, uma importante processadora de ervilha, que tem a Beyond Meat entre seus clientes. A companhia afirmou na última terça-feira que o setor de proteínas à base de plantas “enfrenta uma situação sem precedentes”. Com a limitação da oferta, os aumentos nos preços “inevitavelmente levarão a um repasse dos custos para os clientes”, disse o grupo.

Com a seca no Canadá, a pior em um século, a produção de ervilha no país desabou — e, com isso, os preços da matéria-prima mais que dobraram. A produtividade também caiu na Europa. Segundo a Roquette, na França, outro importante produtor da leguminosa, o grande problema foi o excesso de umidade durante a colheita, que prejudicou a safra.

Embora responda por apenas 2% do total das proteínas vegetais, segundo a empresa de dados de commodities Mintec, as ervilhas vêm sendo a matéria-prima preferencial das empresas de alimentos que crescem mais rapidamente. A soja é uma fonte de proteínas vegetais mais abundante e mais barata, mas, além de provocar mais reações alérgicas que a ervilha, o grão produzido nos Estados Unidos muitas vezes é geneticamente modificado. A soja é também abundante em estrogênio vegetal — alguns consumidores temem efeitos adversos à saúde.

Junto com os EUA, o Brasil é um dos líderes na produção de soja, mas o cultivo no país tem sido associado ao desmatamento e a danos ambientais. “As pessoas veem a ervilha como um produto mais sustentável, que não envolve problemas de desmatamento ou modificações genéticas”, diz Marcel Goldenberg, da Mintec.

Assim como a Beyond Meat, empresas de alimentos como Tyson Foods e Nestlé passaram a recorrer à ervilha como principal ingrediente de suas carnes às base de plantas. Neste ano, a Nestlé lançou um leite vegetal feito de ervilha amarela.

Segundo a multinacional suíça, a inflação tem afetado vários aspectos da produção, como ingredientes, embalagens e transporte. A empresa disse que está fazendo tudo que pode para “administrar esses custos no curto prazo” e que trabalha para reajustar os preços de longo prazo de forma gradual.

Entre as startups que usam ervilha para produzir alternativas à carne estão a britânica Meatless Farm e a chilena NotCo, de tecnologia de alimentos. “Estamos discutindo como lidar com a inflação dos alimentos”, diz Morten Toft Bech, fundador da Meatless Farm. “Os fabricantes não devem ter que arcar com as perdas e o consumidor também não deveria se deparar com preços mais altos, mas precisamos conversar sobre como podemos repassar parte dos custos”.

Nos últimos anos, problemas climáticos e de falta de mão de obra afetaram a produção de commodities de origem animal e vegetal em todo o mundo. Já há mostras, por outro lado, de que a carne e o leite à base de plantas não conseguirão escapar dos efeitos das mudanças climáticas. A Beyond Meat, que fornece para o McDonald’s e formou uma joint venture com a PepsiCo, alertou em março, em seu relatório anual, que poderia enfrentar “uma disponibilidade menor ou preços menos favoráveis” nas compras de seus principais ingredientes.

As empresas estão tentando diversificar suas fontes de proteínas, mas, com a alta dos preços neste ano, é possível que algumas recorram à soja, mais abundante, afirma Goldenberg. Henk Hoogenkamp, um consultor de tecnologia de proteínas para empresas de alimentos, acredita que a produção de alimentos com proteínas de soja, fava e grão-de-bico limitará o crescimento do uso da proteína de ervilha.

A Meatless Farm disse que está testando o cânhamo, um subproduto de produção de óleo de canabidiol (CBD), que também é uma boa fonte de ômega 3 e 6. (Tradução de Mario Zamarian)

Problemas climáticos derrubaram a safra da leguminosa, matéria-prima de hambúrguer de plantas.

Fonte: https://valor.globo.com/agronegocios/noticia/2021/10/01/carne-vegetal-sofre-com-alta-da-ervilha.ghtml

Notícias
Relacionadas

Produtores de São Paulo trocam o feijão pela soja

Produtores de São Paulo trocam o feijão pela soja
14.10.2021

Plantações foram prejudicadas pela crise hídrica, causando uma oferta menor da leguminosa. Os produtores de feijão de São Paulo estão trocando a leguminosa...

Ler Mais
SEM DINHEIRO PARA CARNE CONSUMIDORES DESCOBREM FEIJÕES E PULSES

SEM DINHEIRO PARA CARNE CONSUMIDORES DESCOBREM FEIJÕES E PULSES
13.10.2021

A qualidade química ou nutricional dos Feijões e das Pulses tem grande importância para a alimentação humana, refletindo em benefícios para a...

Ler Mais