+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

‘CULTIVAR DE FEIJÃO SUPERPRECOCE’ TEM ELEVADO POTENCIAL PRODUTIVO E EXCELENTE ACEITAÇÃO
08.03.2022

Representa um salto quantitativo e qualitativo na gestão da safra de feijão, com elevado potencial produtivo e redução de cerca de 30% nos custos.

Todos nós sabemos que o feijão é uma da principais fontes de proteínas da população brasileira, e, agora, uma nova variedade do produto promete revolucionar a produção de pequenos, médios e grandes produtores de feijão. A cultivar de feijão superprecoce representa um salto quantitativo e qualitativo na gestão da safra de feijão, com elevado potencial produtivo e redução de cerca de 30% nos custos com eletricidade e água na lavoura. O feijão superprecoce foi lançado em 2018, pela equipe técnica Embrapa Arroz e Feijão e essa nova variedade é considerada uma evolução em todo o país. É um feijão que apresenta resistência a doenças, boa qualidade de grãos e bom desempenho nutricional. Os agricultores que já o produzem, conseguem várias vantagens, entre elas, menor impacto ambiental. O engenheiro agrônomo, Helton Santos Pereira, da Embrapa Arroz e Feijão, fala dos benefícios e das vantagens dessa nova cultivar, lançada pela Embrapa. “A principal diferença é em relação ao ciclo da cultura, o tempo que você precisa entre a semeadura e a colheita. Essa cultivar é precoce e, por isso, ela completa o seu ciclo, em média, em até 65 dias. Da outra forma, seriam necessários cerca de 90 dias, ou seja, quase 30 dias a mais”, explica o agrônomo.

“Do ponto de vista nutricional, essa cultivar tem os valores, como proteína e ferro, similares ao método de cultivo tradicional. Além do tempo, muito precoce, essa cultivar tem um nível de produtividade muito bom, grãos com ótima qualidade e resistência a doenças”, acrescentou. “Trata-se de uma cultivar com muitas vantagens e que exige alguns cuidados, sobretudo por esta questão da precocidade da produção. A adubação, por exemplo, tem de ser feita no momento correto, para não termos problemas. Realizar as ações no momento exato e prestar atenção, para a adoção desta nova técnica”. “A gente segue no processo do desenvolvimento; é importante salientar, que uma cultivar nova demora de 10 a 15 anos, então, estamos sempre estudando as possibilidades. Continuamos com as pesquisas e estamos próximos de desenvolver uma forma de um escurecimento dos grãos, que será mais uma vantagem”, finalizou. Dependendo da região, esta cultivar deve ser iniciada entre março e abril, porque o feijão é colhido 30 dias mais cedo que o habitual. Dependendo das circunstâncias, a cultivar pode até ser plantada na segundo quinzena de junho e ainda ser colhida no período adequado.

Este feijão está sendo produzido em Goiás, Minas Gerais e Bahia, e como ele é muito rápido, precoce, é aconselhado que um profissional acompanhe esta produção. Desde o seu lançamento, quem comprou, já no ano seguinte, procurou o produto novamente e a aceitação foi imediata. É uma alternativa para gerar mais renda, sem deixar de lado a sustentabilidade e os benefícios esperados. Para mais informações, basta entrar em contato com a Embrapa Arroz e Feijão, através do e-mail arroz-e-feijao.imprensa@embrapa.br e/ou do número (62) 3533-2108.

Fonte: https://www.comprerural.com/cultivar-de-feijao-superprecoce-tem-elevado-potencial-produtivo-e-excelente-aceitacao/

 

Notícias
Relacionadas

Produtores e empacotadores perderam com Feijão no 1° semestre de 2021

Produtores e empacotadores perderam com Feijão no 1° semestre de 2021
12.08.2022

O aumento no custo de produção do Feijão tem colocado produtores em uma situação complicada. Muitos têm absorvido boa parte do reajuste...

Ler Mais
Obrigatoriedade da Rastreabilidade para os Produtos Vegetais que Possuem Padrão de Classificação

Obrigatoriedade da Rastreabilidade para os Produtos Vegetais que Possuem Padrão de Classificação
10.08.2022

O Decreto n° 6268/2007, que regulamenta a lei de classificação Lei n° 9.972/2000 e dispõe sobre a inspeção vegetal, está em consulta...

Ler Mais