+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Estiagem já tirou metade da produção esperada de milho e feijão em Pato Branco/PR
12.05.2021

Após abril menos chuvoso dos últimos 40 anos, apenas 50% das lavouras de milho deve ser salvas com boa produtividade, enquanto feijão que está sendo colhido rendeu somente metade do que era esperado.

A região de Pato Branco no Paraná registrou um dos piores meses de abril dos últimos 40 anos no quesito de chuvas em uma estiagem que estendeu até o começo de maio. Essa situação causou impactos diretos no desenvolvimento das lavouras desta segunda safra de milho e de feijão.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Pato Branco/PR, Oradi Caldato, o milho pegou esta seca bem no momento de pendoamento e se algumas precipitações não tivessem acontecido na última semana muitas lavouras iriam ter perda total.

A liderança acredita que essa chuva dos últimos dias salvou entre 40 e 50% do milho e que a produtividade esperada já está em apenas 50 sacas por hectare.

Já no feijão, que teve aumento de área em cima do milho devido ao estreitamento da janela do cereal, os trabalhos de colheita já começaram e as perdas estão sendo registradas em 50% do esperado com lavouras que tinham potencial de produzir mais de 40 sacas por hectare resultando em apenas 20 sacas.

Soja

Caldato destaca também que a safra de soja 2020/21 que se encerrou contabilizou resultados melhores do que os esperados. O excesso de chuvas de janeiro prejudicou a qualidade de uma parte das lavouras e aumentou os descontos na entrega. Mesmo assim, a produtividade ficou próxima a registrada no ano passado.

Fonte: https://www.noticiasagricolas.com.br/videos/milho/287489-estiagem-ja-tirou-metade-da-producao-esperada-de-milho-e-feijao-em-pato-brancopr.html#.YJw4yKhKjIV

Notícias
Relacionadas

Estudo da UFMG aponta que ‘arroz com feijão’ e azeite extravirgem reduzem inflamações em obesos

Estudo da UFMG aponta que ‘arroz com feijão’ e azeite extravirgem reduzem inflamações em obesos
07.12.2021

Pacientes com obesidade grave tiveram parâmetros inflamatórios reduzidos após 12 semanas de consumo de azeite extravirgem associado à dieta com padrão brasileiro...

Ler Mais
Estudo inédito avaliou feijão em Mato Grosso

Estudo inédito avaliou feijão em Mato Grosso
01.12.2021

Estado é é o quarto maior produtor brasileiro e cultiva carioca, caupi e preto. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em parceria...

Ler Mais