+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Feijão: alta nos preços reduz consumo na cidade e desestimula plantio no campo
30.04.2021

De acordo com o Instituto Brasileiro de Feijão e Pulses, a valorização de outras culturas e efeitos de uma estiagem no Sul, contribui nos ajustes de preços

A alta nos preços do do feijão está reduzindo o consumo na cidade e pode desestimular o plantio no campo, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Feijão e Pulses.

De acordo com Marcelo Lüders, presidente da entidade, a valorização da soja, milho, diminuição de área de plantio dessas culturas e efeitos de uma estiagem no Sul, contribui para os ajustes dos preços do feijão.

“E claro, tudo isso impacta também na hora de escolha do que plantar, já que o produtor opta pela cultura mais rentável. Já tem produtor dizendo que uma saca de feijão custando menos que R$ 350 não cobre os custos de produção, e que a saída é escolher outra cultura.”

Fonte: https://www.canalrural.com.br/programas/informacao/mercado-e-cia/feijao-alta-nos-precos-reduz-consumo-na-cidade-e-desestimula-plantio-no-campo/

Notícias
Relacionadas

Estudo da UFMG aponta que ‘arroz com feijão’ e azeite extravirgem reduzem inflamações em obesos

Estudo da UFMG aponta que ‘arroz com feijão’ e azeite extravirgem reduzem inflamações em obesos
07.12.2021

Pacientes com obesidade grave tiveram parâmetros inflamatórios reduzidos após 12 semanas de consumo de azeite extravirgem associado à dieta com padrão brasileiro...

Ler Mais
Estudo inédito avaliou feijão em Mato Grosso

Estudo inédito avaliou feijão em Mato Grosso
01.12.2021

Estado é é o quarto maior produtor brasileiro e cultiva carioca, caupi e preto. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em parceria...

Ler Mais