+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Inflação dos alimentos recua, mas feijão ainda pesa no orçamento
27.05.2022

Entressafra e clima reduziram a oferta da variedade carioca

Apesar de a inflação dos alimentos ter registrado desaceleração em maio, segundo o IPCA-15, o feijão continua a machucar o orçamento dos brasileiros. A alta do feijão carioca ainda foi de 6,69%, enquanto o avanço do indicador do grupo alimentos como um todo ficou em 1,52%. No ano, o carioca já subiu 21,5%, ante 8,14% dos alimentos em geral. A entressafra e o clima explicam a diferença.

A colheita de segunda safra (a leguminosa tem três) começou em Minas Gerais e Goiás e está sendo finalizada no Paraná, mas as ameaças de geada e os ventos frios provocaram uma alta nos preços da saca. Segundo Marcelo Lüders, presidente do Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses (Ibrafe), a saca da variedade carioca chegou a R$ 450 no Paraná, ante R$ 320 em abril e R$ 270 em maio de 2021.

“Não bastasse o clima não estar ajudando, temos neste momento a menor área destinada ao carioca de segunda safra desde 2016”, diz Lüders. O feijão tem perdido espaço para a soja e outros grãos. “A Conab não consegue captar as informações como percebemos no instituto.”

Fonte: https://valorinveste.globo.com/mercados/brasil-e-politica/noticia/2022/05/25/inflacao-dos-alimentos-recua-mas-feijao-ainda-pesa-no-orcamento.ghtml

Notícias
Relacionadas

Boletim Técnico: Alternativas à Dessecação Química do Feijão-Mungo Sendo Usado na Austrália

Boletim Técnico: Alternativas à Dessecação Química do Feijão-Mungo Sendo Usado na Austrália
29.06.2022

Por Fernanda Chemim, Eng. Agrônoma, IBRAFE Na Austrália, onde se produz o Feijão-mungo da melhor qualidade do mundo, os produtores estão interessados na...

Ler Mais
Produtores do Paraná trocam feijão carioca pelo preto

Produtores do Paraná trocam feijão carioca pelo preto
29.06.2022

Independentemente da cor, qualidade e produtividade devem cair em função das questões climáticas como chuva e geada. Maior produtor de feijão do Brasil,...

Ler Mais