+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Quebra na produção de feijão vai gerar impactos nos preços, aponta Ibrafe
12.01.2022

Segundo o presidente da entidade, Marcelo Lüders, as perdas com a estiagem ultrapassam 1 milhão de sacos de feijão apenas na Região Sul

Além da soja, outra cultura que pode ser bastante impactada pela estiagem é o feijão de primeira safra, que tem 100% da área plantada e 38% colhida.

A estimativa do Instituto Brasileiro do Feijão (Ibrafe) é que na Região Sul as perdas ultrapassem 1 milhão de sacos.

Segundo o presidente da entidade, Marcelo Lüders, com o cenário, os preços já reagiram na primeira semana do ano em até 20%.

“As lavouras perdidas no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul têm um impacto muito grande, especialmente nesta primeira safra, já que é uma região que abastece o país até abril, início de maio”, explica.

Em outras regiões, como em Minas Gerais e Goiás, o excesso de chuvas também impactam negativamente na cultura, mas a perda não está consolidada.

“Para o produtor são R$ 400 milhões de perdas apenas no Paraná. Para inflação no primeiro semestre o impacto vai ser bastante grande. Para o consumidor ainda é cedo para dizer o quanto ele vai conseguir absorver essa alta. Agora, o prejuízo para os produtores é muito grande. É trágico”, afirma.

Fonte: https://www.canalrural.com.br/noticias/quebra-producao-de-feijao-vai-gerar-impactos-nos-precos-aponta-ibrafe/

Notícias
Relacionadas

CHUVA: irregularidade limita potencial produtivo do feijão

CHUVA: irregularidade limita potencial produtivo do feijão
17.08.2022

Áreas de plantio tardio vem passando por problemas. Em Goiás, cerca de 75% da área total está colhida. As regiões Leste e Oeste...

Ler Mais
Início do mês e chegada dos auxílios elevaram negociações do feijão deixando preços altos mesmo com mais oferta

Início do mês e chegada dos auxílios elevaram negociações do feijão deixando preços altos mesmo com mais oferta
16.08.2022

Agosto é mês de oferta mais robusta, mas mesmo assim preços estão remunerados na faixa entre R$ 300,00 e R$ 320,00. Perspectiva...

Ler Mais