+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Transporte ferroviário promete favorecer o escoamento de Feijão e Pulses
25.11.2020

A multimodalidade feita pela Brado permite uma série de projetos ao combinar a movimentação de contêineres por ferrovia e rodovia. O contêiner elimina os riscos de contaminação de produtos, reduz perdas e avarias e possibilita que a carga tenha a garantia de que chegará ao destino com qualidade.

A empresa conta com contêineres de 20 e 40 pés no padrão alimento, que são estufados para garantir a integridade dos alimentos, passam por fumigação e são vistoriados pelos órgãos de controle.

“O nosso atendimento é altamente flexível, mas entre as soluções destacamos que os Pulses podem ser estufados dentro dos contêineres diretamente na planta do cliente, o que permite que a carga siga segura até o destino, e no caso de exportação, ela já sai pronta da fábrica preparada para ser embarcada em portos, por exemplo”, destacou o Gerente Executivo Comercial da Brado, Vinícius Cordeiro.

A multimodalidade combina aproximadamente, 20% de movimentação por rodovias (nas pequenas e médias distâncias) e 80% por trem. Isso contribui para que o alimento tenha sua qualidade intacta, pois o contêiner permite mais segurança. O impacto ambiental também é menor quando a ferrovia é utilizada em distâncias longas. O trem é capaz de emitir 5 vezes menos poluentes do que a rodovia.

Suprir gargalos

De maneira geral, os serviços oferecidos pela Brado conseguem agilizar o processo tanto no fluxo exportação quanto no de importação. Na exportação, existem opções de processos nos quais os contêineres podem ser estufados diretamente nas sedes dos clientes, sendo deslocados por caminhão em trechos curtos até um terminal ferroviário.

Na sequência, a carga é enviada por trem até os principais portos do país, chegando pronta para o embarque nos navios. No sentido inverso (importação), atuamos com os insumos para o segmento de Pulses (agroquímicos), em que o trem é carregado em regiões portuárias e realiza o transporte com segurança e previsibilidade, sempre garantindo a integridade física da carga.

Redução de custo

Sem o transporte ferroviário, o custo logístico é mais alto e não sustentável. É difícil calcular o impacto financeiro, mas certamente o rodoviário na longa distância precisaria operar com margens de lucro que não seriam tão interessantes quando comparadas ao cenário multimodal. Fora isso, a carga que chega por rodovia em um porto, por exemplo, sofrerá vários movimentos até entrar em um contêiner – o que encarece ainda mais o processo e eleva o risco de perda da qualidade. Por isso, integrar trens e caminhões é necessário – e competitivo.

A redução de custo é muito variável pois depende do tipo de carga e do tamanho da distância a ser percorrida. “Mas é fato: em longas distâncias, o custo da ferrovia é imbatível. O que não elimina – e nunca eliminará – a existência do modal rodoviário, extremamente necessário para movimentar a carga dos centros produtores para os hubs de logística e dali para os seus destinos, seja mercado interno ou externo”, lembrou Cordeiro.

Mercado interno e externo

Na exportação, a meta da Brado em 2021 é consolidar a multimodalidade neste segmento promissor para o agronegócio brasileiro. E no mercado interno, eles seguem um crescimento com atendimento a varejistas e atacadistas paulistas e alguns produtores de em Mato Grosso.

No caso dos Pulses, o pano de fundo interessante comercialmente. Com a urbanização intensa na maioria dos países acompanhada do aumento da idade média da população e uma maior exigência por alimentos mais saudáveis, os Pulses vêm ganhando cada vez mais espaço.

No mercado interno do Brasil a tendência é de crescimento, motivada pela adoção de grande parte da sociedade por práticas que estimulam uma alimentação saudável e sustentável.

“Na Brado, nós já atendemos o mercado interno das regiões Sudeste e Centro-Oeste. E para o primeiro semestre de 2021, temos previsto o início das nossas operações na Malha Central, que permitirá atender todo o estado de Goiás, chegando ao Tocantins e dali ‘esticarmos’ até Imperatriz (MA) onde estamos construindo um futuro terminal de contêineres. Não é possível estimar, mas temos um mercado interno muito interessante para os Pulses que possam ser movimentados por ferrovia”, finalizou Cordeiro.

Notícias
Relacionadas

Novas áreas irrigadas podem aumentar produção agrícola em 10 vezes

Novas áreas irrigadas podem aumentar produção agrícola em 10 vezes
20.01.2021

Aumentar as áreas de irrigação no Brasil tem se mostrado como solução para a verticalização na produção de alimentos. Utilizar tecnologia e...

Ler Mais
De onde vem o que eu como: com gosto de sábado, feijoada ajuda a movimentar mais de R$ 40 bilhões no campo

De onde vem o que eu como: com gosto de sábado, feijoada ajuda a movimentar mais de R$ 40 bilhões no campo
19.01.2021

Na cidade, a combinação de carne de porco com feijão preto é clássica: veja dicas para ficar ainda melhor. No campo, aumento...

Ler Mais