+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org


Boa demanda movimenta o setor
04.08.2022

O Feijão-preto segue estável no Sul do Brasil. Com referências que vão de acordo com a qualidade, de R$ 180 até R$ 210. Ao produtor já têm sido percebido que diminuiu sensivelmente o volume vendido para algumas regiões onde o consumidor compra preço e, com o Feijão-carioca mais caro durante alguns meses, neste ano migraram para o Feijão-preto. Agora com o Feijão-carioca um pouco mais acessível e, por outro lado, com Feijões comerciais que abasteceram durante junho e parte de julho, a demanda sobre Feijão-preto diminuiu um pouco. A importação da Argentina está praticamente parada pelas confusões econômicas naquele país. Há importadores com cargas pagas bloqueadas nas fronteiras do lado argentino. No Feijão-carioca ontem, tanto produtores como empacotadores respiraram aliviados quando começaram a sair os negócios para nota 9 ou melhor a R$ 290 em Goiás, no Vale do Araguaia, nota 8,5 a R$ 270/275 próximo a Brasília e R$ 290/295 em Minas Gerais. O alívio vem dos preços terem encontrado um piso para o momento, ao que tudo indica. Como a época enseja a possiblidade de mais negócios no setor, a hora é de…

...Quero saber mais!
IBRAFE