Produtores de Minas Gerais elevam o preço do Feijão-carioca

Por: IBRAFE,

11 de outubro de 2023

Responsive image

Pelo menos até ontem, o mercado nas fontes onde há estoque ou colheita ignorou o feriado de amanhã. Teria havido um volume maior de negócio se os produtores tivessem aceitado R$ 220 no máximo, base Minas Gerais. Mas não foi isso que se viu. Na verdade, os empacotadores que testaram a resistência dos produtores descobriram que estes têm expectativa de pelo menos R$ 230. Já os Feijões comerciais nota 7 e 8 vendem facilmente com máximo de R$ 190/200, base Goiás. O Feijão-preto continua sendo negociado no Paraná no máximo de R$ 260, com alguns raros negócios para Feijões acima da média em qualidade por R$ 270. Os últimos negócios de Feijões-rajados registraram R$ 260/270 FOB fazenda. Os produtores que detêm algum estoque elevaram o pedido para R$ 300 e não houve mais reporte de negócios nos últimos dias. Na sexta-feira, estaremos atentos ao mercado nas fontes, trazendo durante o dia relatos de preços praticados nas lavouras.

Mais
Boletins

Feijão-carioca ganha mais espaço nos pratos
22/02/2024

O TÊNUE EQUILÍBRIO deste momento
21/02/2024

Mercado Firme com boa procura para os raros lotes nota 8,5 ou melhor
20/02/2024

Mercado Firme para os Feijões
19/02/2024

Aumento de 10% no preço do Feijão-carioca durante a semana de carnaval e perspectivas para a segunda safra
16/02/2024