+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Conhece alimentos germinados? Saiba como preparar e por que consumir
27.09.2019

O processo de germinação potencializa os nutrientes de grãos e sementes ao mesmo tempo em que ajuda o organismo a digeri-los e absorvê-los.

Os alimentos germinados são sementes que estão brotando para dar início à formação da planta. Quando consumidos nesta fase, eles fornecem proteínas, fibras, vitaminas e minerais, além de serem de fácil digestão.

De forma geral, os alimentos que podem ser germinados são: leguminosas (feijão, ervilha, soja, grão-de-bico, lentilha, amendoim); hortaliças (brócolis, agrião, rabanete, alho, cenoura, beterraba); sementes (quinoa, linhaça, abóbora, girassol, gergelim) e oleaginosas (castanha do pará, castanha do caju, amêndoa, nozes).

O processo de germinação é feito em casa e os alimentos produzidos assim caem bem em sucos, saladas, tortas, patês, sopas, molhos e guisados. Também podem ser utilizados na produção de leites vegetais.

Quando usados em pratos quentes, os grãos germinados devem ser adicionados apenas no fim do cozimento, para evitar a perda de nutrientes causada pelas altas temperaturas.

Como germinar alimentos em casa
– Colocar de uma a três colheres de sopa da semente ou do grão escolhido em um pote ou tigela de vidro limpo e cobrir com água filtrada;
– Cobrir o pote de vidro com um pano limpo e deixar as sementes de molho por 8 a 12 horas em um local escuro;
– Despejar a água do molho e enxaguar bem as sementes sob a torneira;
– Colocar as sementes em um pote de vidro de boca larga. Em seguida, cobrir o pote com uma tela ou filó preso com um elástico;
– Colocar o pote inclinado em um escorredor de maneira que o excesso de água possa escorrer, lembrando de manter o vidro em um lugar sombreado e fresco;
– Enxaguar as sementes pela manhã e à noite, ou pelo menos três vezes por dia nos dias mais quentes, e voltar a deixar o frasco de vidro inclinado para escorrer o excesso de água;
– Após cerca de três dias, as sementes começarão a germinar e poderão ser consumidas.

O tempo de germinação varia de acordo com o tipo de semente, a temperatura local e a umidade. Em geral, as sementes estão com sua potência máxima e podem ser consumidas no início da germinação, quando um pequeno broto surge da semente.

Veja aqui cinco vantagens para investir nesse tipo de alimento:

1. Fácil digestão
O processo de germinação aumenta a atividade das enzimas das sementes, proteínas que facilitam a digestão e aumentam a absorção de nutrientes no intestino. Os alimentos cozidos não apresentam essas enzimas porque elas são desativadas em temperaturas elevadas. Além disso, os alimentos germinados não provocam gases intestinais, o que é comum ao se consumir feijão, lentilha ou grão-de-bico cozidos.

2. Melhor absorção de nutrientes
Os alimentos germinados aumentam a absorção de nutrientes no intestino por serem ricos em enzimas e pobres em fatores antinutricionais, que são substâncias como o ácido fítico e o tanino, que diminuem a absorção de minerais como ferro, cálcio e zinco.

3. Forte ação antioxidante
Após poucos dias de germinação, o teor de vitaminas aumenta bastante nas sementes, especialmente as vitaminas A, B, C e E, que têm alto poder antioxidante. Ao consumir mais dessas vitaminas, o sistema imunológico se fortalece evitando câncer, problemas cardíacos e infecções.

4. Fonte de fibras
Por serem consumidas cruas e frescas, as sementes germinadas são ricas em fibras, que diminuem a fome, aumentam a sensação de saciedade, reduzem a absorção de gorduras e toxinas no organismo e melhoram o trânsito intestinal.

5. Ajudam a emagrecer
Os grãos germinados são pobres em calorias e ricos em fibras, por isso, podem auxiliar o processo de emagrecimento. É possível ter mais saciedade e consumir menos calorias ao se incluir os germinados na alimentação. Os nutrientes também irão melhorar o metabolismo e favorecer a perda de peso.

Fonte: https://www.metropoles.com/saude/conhece-alimentos-germinados-saiba-como-preparar-e-por-que-consumir

Notícias
Relacionadas

Agricultura computacional, el último proyecto de Google revolucionará el campo

Agricultura computacional, el último proyecto de Google revolucionará el campo
27.11.2020

La matriz de Google, Alphabet, ha desarrollado un proyecto que cambiará la agricultura para siempre. Su objetivo es optimizar recursos y cultivar...

Ler Mais
CURSO DE CLASSIFICAÇÃO DE FEIJÃO HOMOLOGADO PELO MAPA VISANDO O CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS QUE COMERCIALIZAM FEIJÃO.

CURSO DE CLASSIFICAÇÃO DE FEIJÃO HOMOLOGADO PELO MAPA VISANDO O CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS QUE COMERCIALIZAM FEIJÃO.
26.11.2020

A ITR TREINAMENTO LTDA irá promover um Curso de Capacitação, Habilitação e Atualização de Classificadores de Feijão no período de 04 a...

Ler Mais