+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org

Título da Notícia

Produtores assimilam as perdas, mas alguns empacotadores podem sair do mercado
26.06.2020

As motivações: a maioria dos palpiteiros e pseudoanalistas no mercado de Feijão têm motivações que não são as que podem ou devem nortear a análise de qualquer mercado. Se a pessoa compra ou vende com o seu próprio capital, ele passa a torcer e busca influenciar a todos com as tolices do tipo “espere só, vocês vão ver! O preço vai explodir!” Isso acaba na maioria das vezes em misturar o que a pessoa deseja e o que o mercado pode estar apontando. Quem estava comprado e apostando uma semana atrás achava que o preço podia se manter ou subir. Diversos empacotadores pequenos e até mesmo alguns médios tinham produto, pouco volume em estoque, mas a queda, que acabou ocorrendo, causaria perdas. Então estavam dizendo que os produtores poderiam ou deveriam travar as vendas para que eles, ao final, não tivessem prejuízo. Mas as maiores perdas estão acontecendo e vão causar sérias perdas maiores, podendo levar alguns empacotadores a insolvência. Simples assim, faturado aos melhores e maiores supermercados não significa o fim da operação. Quando os preços caem, vem a nota de débito do valor por quilo que o supermercado deu de desconto para poder vender aquela marca. Óbvio que o varejo se torna ainda mais predador. É o momento em que fazem valer o fato de que, se tem 5 fornecedores, tem também mais 5 querendo entrar no espaço da gôndola. O empacotador não tem como negociar. As maiores marcas estão comprando todos os dias algum volume, não há como alguém que empacota 50/100.000 sacos escolher o dia para comprar. Ao produtor que tem a frustração de colher uma semana depois, quando os preços estão recuando, acaba por deixar de ganhar, mas o empacotador, pequeno ou médio, que pagou R$ 330/350, ou algo neste nível, receberá os R$ 220/240 de agora. Cada uma com suas dores. Mas qual a estratégia possível agora? Se você está…              CONFIRA NA ÍNTEGRA AQUI.

Fonte: IBRAFE