Feijão-preto no Paraná teve preço sustentado pela exportação

Por: IBRAFE,

2 de maio de 2024

Responsive image
Nas fontes o movimento de caminhões e máquinas está em ritmo acelerado. Com uma safra de Feijão-preto concentrada, o desafio segue crescente até agora. Nesta semana, há uma menor demanda para cobertura de contratos de exportação. Até o momento, os preços do Feijão-preto permaneceram estáveis. O Feijão-carioca Sabiá segue a sina do Campos Gerais. A maioria das marcas só adquire por não ter outro. Segundo o IDR, a cultivar Águia, lançada no ano passado, poderá ter características agronômicas da Sabiá, porém com escurecimento lento. Se for assim, será bem-vinda. O Paraná baixa a cotação todos os anos, não somente pelo volume, mas sobretudo pela qualidade aparente do grão, que mesmo que não houvesse chuvas, ainda assim teria uma depreciação em relação aos plantados no centro-oeste. 
 
Mais rápido do que se imaginava, chegamos ao mês de maio. Neste mês, teremos o pico de colheita no Paraná. Porém, chamo sua atenção para o fato de que o...

Mais
Boletins

Produtor que ganha acompanha de perto o mercado
24/06/2024

Consumo de Feijão-preto surpreende no Nordeste
21/06/2024

Mesmo com Nordeste em festa mercado segue firme
20/06/2024

Feijão no Mercado de Varejo: Uma Análise
19/06/2024

Feijão-Carioca cada região uma situação diferente
18/06/2024