+55 (41) 3107-3344

|

+55 (41) 99137-1831

|

@ibrafe.org


E agora? Comprar ou não? Vender ou não?
05.08.2020

Os Feijões-pretos estão sendo um desafio à parte para os empacotadores. Nos estados do Sul, onde o consumo de Feijão-carioca é menor normalmente, já começam a ser mais procurados. Porém, a questão não está sendo somente de preço, mas de encontrar lotes de boa qualidade. Os exportadores da Argentina reclamam do contrabando que voltou a operar forte na fronteira, principalmente de Santa Catarina. O período à frente vai para a lista dos piores momentos que a indústria já enfrentou, não há de onde importar além da Argentina. No Feijão-carioca, os comerciantes que trabalham com estoques e até mesmo alguns empacotadores estão na dúvida se já é hora de entrar comprando ou não. Não querem perder o momento, mas se compram e cai R$ 10, o prejuízo de 5%, por exemplo, é difícil enfrentar. Na dúvida, muitos corretores estão nas lavouras buscando amostras para tentar se antecipar ao movimento que virá tão logo o sentimento geral seja de que não cai mais. Os negócios reportados ontem tinham, nos casos abaixo de R$ 200, algum tipo de motivo, como peneira mais baixa ou algum torrão. Os valores mantidos de R$ 200 por saca em Minas Gerais determinam referência para os mercados, principalmente do próprio estado e também de estados do Nordeste. Para você que está colhendo agora ou você que precisa comprar, a dica é:…

...Quero saber mais!
IBRAFE