É hora de estocar

Por: IBRAFE,

5 de maio de 2023

Responsive image

Mais lavouras começam a chegar no ponto de colheita em Minas Gerais e no Paraná. Porém, em Minas, a área ainda não é suficiente para atender toda demanda e os preços se mantêm, para o Feijão-carioca para 8,5/9, ao redor de R$ 360/380. Já o Paraná vive a consequência da característica de múltiplos produtores para formar uma carga, o que, somada à qualidade, deprime os preços. No entanto, até empacotadores acreditam que a diferença para os Feijões do Sudeste está exagerada. 
O Feijão-preto também teve uma queda exagerada nos preços. É possível que seja o momento para investidores aproveitarem para fazer posição, estocando para venda mais à frente.

Mais
Boletins

Preços tem pequena reação durante a semana
24/05/2024

Demanda sustenta cotações
23/05/2024

Embaixada Mexicana recebeu o IBRAFE
22/05/2024

Preços esboçam pequena reação
21/05/2024

Segunda safra na reta final de colheita
20/05/2024