Geadas Argentinas qual o efeito no Brasil?

Por: IBRAFE,

4 de junho de 2024

Responsive image
Nas fontes, há pouca oferta e alguns negócios não saem por conta da disparidade entre o valor alvo do comprador e o preço que o produtor tem por objetivo. Notícias veiculadas ontem pela Secretaria de Agricultura do Paraná indicam que a estiagem, a mosca branca e o excesso de chuvas podem ter custado 10% a 15% das 774 mil toneladas.
Estima-se que as perdas tenham ocorrido de forma proporcional entre o Feijão-preto e o Feijão-carioca. Se for assim, alcançaremos 227 mil toneladas de Feijão-carioca, o que representa uma queda de 11,2% em relação ao ano passado, quando chegou a 256 mil toneladas. Quanto ao Feijão-preto, a última previsão é de 214 mil toneladas a mais do que a safra do ano passado, totalizando 472,8 mil toneladas. Ainda não foram avaliadas as perdas totais devido às diversas intempéries.
Na Argentina, houve...

Mais
Boletins

Produtores buscam compradores
16/07/2024

Mercado segue com acelera e freia
15/07/2024

CONAB superestima a safra de Feijão deste ano
12/07/2024

Depois de uma terça-feira agitada voltou a calma no mercado
11/07/2024

Compradores mais ativos nesta semana
10/07/2024