Produtor firma posição e limita baixa

Por: IBRAFE,

26 de maio de 2023

Responsive image

Mercado ontem com preços reportados de negócios entre R$ 210 e R$ 260 no sudoeste do Paraná e, naquela região, Feijão-preto entre R$ 180 e R$ 200 FOB fazenda. Na região dos Campos Gerais, pouca oferta de produtores. A safra está se encaminhando para o final. Variedades como Sabiá e Campos Gerais R$ 250, Agronorte, Dama e IAC 2051 R$ 275/285, mas com pelo menos uma venda até R$ 290. 
Em Minas Gerais, já há produtores que não aceitaram R$ 300, assim como houve negócios de carioca nota 8,5/9 por até R$ 290. Feijões comerciais oscilam desde R$ 240. 
Diversas regiões de poder aquisitivo médio/alto ainda não registraram baixa nos preços nas gôndolas. Em regiões de menor renda, algumas marcas já aparecem em promoções por até 10% abaixo da semana anterior. 
Continua sendo, ao que tudo indica, momento de ir vendendo na medida que surjam compradores, evitando perder vendas. Apesar dos preços estarem mais acomodados, com pouca chance de quedas, ainda há maior volume esperado para colheita mais à frente e não indica valorização importante no curto prazo.

Mais
Boletins

Preços tem pequena reação durante a semana
24/05/2024

Demanda sustenta cotações
23/05/2024

Embaixada Mexicana recebeu o IBRAFE
22/05/2024

Preços esboçam pequena reação
21/05/2024

Segunda safra na reta final de colheita
20/05/2024